fC

Recentes

Medicina Veterinária realiza visita técnica à granja de produção de suínos

Uma das áreas de estudo, na grade curricular do curso de Medicina Veterinária, é a suinocultura, que trata sobre a criação de suínos para a produção de alimentos e seus derivados. Baseada em uma cadeia produtiva extremamente organizada e focada na qualidade da carne, busca implementar programas nutricionais nas diversas fases do ciclo de produção dos suínos, proporcionando uma visão sistêmica sobre o manejo de rebanho, bem-estar animal, prevenção de doenças e biosseguridade na produção de suínos. A atividade é essencial para compreensão da importância na economia tanto em âmbito regional, nacional e mundial.

A disciplina, é ofertada para os acadêmicos do 7º semestre, e envolve aulas teóricas e práticas, explorando os diversos conceitos e áreas de conhecimento, entre eles, o melhoramento genético, que visa aprimorar as características desejáveis dos suínos por meio de seleção criteriosa. Além de análise de indicadores zootécnicos na suinocultura, que fornecem informações sobre o desempenho e saúde dos animais.

Com o intuito de oferecer o aprofundamento prático para os alunos sobre a suinocultura, o professor Guilherme Lau Santiago, que ministra a disciplina, organizou uma visita técnica realizada no sábado, 17, a uma granja de terminação de suínos localizada na cidade de Entre-Ijuís. Na oportunidade, exploraram o sistema intensivo de suínos criados em confinamento (SISCON). O sistema procura maximizar o ganho de peso dos animais em um curto espaço de tempo. Os suínos recebem rações específicas para cada fase, contam com assistência técnica especializada e mão-de-obra qualificada. A separação dos lotes de suínos por tamanho e sexo.

Os acadêmicos e o professor foram recepcionados por Tomas Fischer, responsável por mostrar e explicar o funcionamento da granja. Em sua fala, destacou, a biosseguridade da granja de suínos, medidas para evitar a entrada e propagação de doenças no rebanho. As principais medidas são o isolamento da granja, distância segura de possíveis focos de vetores, além de cercamento da propriedade. E também, explanou sobre a preocupação com o bem-estar animal, com promoção de ações que ofereçam conforto físico, mental e fisiológico, permitindo aos animais exercerem suas atividades próprias da espécie, livres do estresse causado por medo, fome, sede, frio e calor.

A importância de se realizar atividade de vivência prática e aplicada, para que os acadêmicos possam assimilar os conhecimentos teóricos obtidos?, frisou Santiago ao falar sobre a visita técnica. E ainda ressaltou sobre a influência que esse tipo de atividade têm na formação dos futuros médicos veterinário, ?ao final da disciplina estarão aptos a identificar os diferentes sistemas de produção de suínos, conhecer as principais práticas de manejo nutricional, sanitário e melhoramento genético, além do gerenciamento de uma granja suinícola.

Pular para o conteúdo